A presença da vinha e do vinho na região do Douro é antiga, remontando aos tempos da ocupação romana no Douro. Depois de perder algum fulgor durante o longo domínio muçulmano a cultura da vinha renovou-se com a reconquista cristã graças ao estabelecimento dos mosteiros de algumas ordens religiosas no Douro. Sabe-se dos registos históricos que o Douro já era então uma terra rica em castas autóctones, existindo documentos que comprovam algumas das variedades ainda hoje conhecidas e utilizadas.
O Douro é uma região única que potencia muitos estilos e identidades. Poucas regiões no mundo se podem orgulhar de apresentar tanta diversidade de identidade e carácter, conseguindo produzir no mesmo espaço vinhos espumantes leves, frescos e complexos, vinhos brancos densos e ricos, vinhos rosados jovens e frutados, tintos sérios e de guarda longa, vinhos Moscatel doces e simples e vinhos do Porto generosos e carnudos. Para além de uma beleza natural indescritível o Douro é uma das regiões mais ricas na diversidade e qualidade de castas autóctones, na diversidade de exposições e altitudes, no espaço infindável, na forma única de plantar vinhas misturadas e na riqueza de um enorme património de vinhas velhas e muito velhas. As vinhas misturadas são um dos maiores trunfos do Douro na tipicidade e originalidade da fórmula.
Apesar da juventude o Douro conseguiu conquistar um lugar próprio no panorama vínico nacional e internacional. Em pouco mais de quinze anos o Douro assumiu a liderança interna e externa na imagem dos vinhos de prestígio. Hoje o Douro é conhecido interna e internacionalmente pelos vinhos de mesa e pelos generosos, pela combinação entre vinhos do Douro e Vinho do Porto.

Castas Brancas
Castas tintas
X
BEIRA DOURO - ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO DO VALE DO DOURO
Avenida das Acácias
5100-070 Lamego
Telefone: 254 611223 Fax: 254 611225 web: www.beiradouro.pt
Info: info@dourowinetourism.com